Saudade. Saudade foi o que sempre senti desde que tenho memória. Sempre me soube um ser profundamente espiritual, mas tive medo de o admitir. Medo de julgamentos, de palavras alheias, de me afirmar como crente numa Fonte de tudo, numa Centelha, num lugar a que podemos chamar Casa.
Quando o assunto são os teus sonhos, não deixes que nada te limite, em particular os teus pensamentos. O momento em que deixamos de ter escolha chega incrivelmente rápido.

“Um cantinho íntimo onde partilho reflexões e inspiração para uma vida mais plena e presente.”

Ouve o podcast

X
1172
1173

Exercícios criativos

para mentes

1174